Conheça as pessoas que fazem este projeto chegar até si.

Nascer do sol na natureza

Nossa Equipa

doulasdofimdavida-ana.jpg

Ana Catarina

Doula

Enfermeira com formação em cuidados paliativos

Facilitadora e organizadora do Curso de Doula do Fim da Vida

Enfermeira desde 2002

Formação pós-graduada em Cuidados Paliativos, pela Universidade de Medicina de Lisboa.

Mestrado em Dor, pela Universidade de Medicina de Lisboa.

Doula do nascimento, pela Rede Portuguesa de Doulas. Foi aqui que nasceu a semente, que agora cresce, das doulas do fim da vida.

Assessora de Lactação pela Rede Amamenta.

Curso de Reflexologia pelo IRIL.

Curso de meditação para crianças pelo Myogi.

Percorri círculos de council, círculos sagrados femininos e de sexualidade sagrada.

Fiz o curso de certificação em encorajamento com a Danielle Capella.

Fiz o curso de guardiãs dos círculos sagrados da Inês Gaya.

Realizei o programa de Mindfull Self-Compassion com a Susana Leitão Dagot em 2018.

Realizei o curso de banho de ervas e fechamento de ossos pela Rede Portuguesa de doulas em 2020.

A meditação está no meu coração e o Vipassana curou feridas antigas.

Sou voluntária da Associação Plantar 1 Árvore. Adoro fazer caminhadas e estar em contato com a natureza. Amo árvores e flores do campo. Acredito que o Amor do mundo é proporcional ao número de árvores, florestas, matas, que existem. Por isso é tão importante serem preservadas. 

Sou voluntária da Amara.

Formadora certificada.

Trabalhei 7 anos em oncologia da cabeça e pescoço do HSM; 10 anos na Unidade de Queimados do HSM; 5 anos no Hospital da Luz em Cuidados Paliativos; Trabalho desde 2014 na LInQUE – Cuidados Paliativos em casa e atualmente no serviço de Obstetrícia do HSM de Lisboa.

Amadora de fotografia. A fotografia expande o meu olhar e a minha perceção do mundo. 

Amante dos livros e da Natureza. 

Aprendiz de Xamanismo.

A aprofundar os estudos sobre as doulas da morte através da escola online de Inglaterra – Soul Midwives.

Uma sempre estudante da vida. Abrir as portas do meu coração é a minha missão maior. Para isso abro as portas às experiências da Vida.

Estamos juntos.

 
doulasdofimdavida-susana.jpg

Susana Dagot

Vice-presidente da AMARA e Psicopedagoga

Desde muito jovem que me coloquei a questão do sentido da vida e a partir de certa altura decidi dedicar mais tempo a esta questão fundamental para mim.

Nem sempre foi um caminho linear e simples, nem sempre foi fácil lidar com as minhas emoções escondidas, protegidas a sete chaves, com os meus medos e as minhas inseguranças. Mas foi um caminho que valeu a pena! Hoje a minha vida tem mais sabor, o sol é mais brilhante, o mar é mais azul, mesmo sabendo que o caminho ainda será longo...

Neste caminho pratiquei yoga, tai-chi, chi-kung, tantra e segui vários estágios de desenvolvimento pessoal.

Descobri a Psicopedagogia Perceptiva em 2008. Pouco a pouco este método impôs-se a mim como sendo o mais completo que já tinha experimentado. Apercebi-me que, ao colocar o corpo no centro do trabalho as descobertas e as sensações que experimentava tornavam-se mais “materializadas”, mais profundas e mais constantes no tempo. Obtive a certificação em Psicopedagogia Perceptiva pela escola CF3P em Paris e a pós-gradução pela Universidade Fernando Pessoa.

Para além desta formação, segui outros estágios de Psicopedagogia Perceptiva, de Comunicação não Violenta, de Mindfulness, de Psicologia Positiva et Mindfull Self-Compassion que me permitem completar a minha formação profissional e humana.

Em 2016 obtive a Certificação como formadora em Mindful Self-Compassion pelo Center for Mindful Self-Compassion e tenho animado grupos no quadro deste programa que é fortemente complementar da psicopedagogia perceptiva.

Sou voluntária e Vice-Presidente da AMARA, onde acompanho pessoas em fim de vida, em luto ou com doenças crónicas.

 
doulasdofimdavida-carol.jpg

Carol Costeloe

Psicóloga Clínica e Doutora  em Saúde Mental

Psicóloga clínica, pós-graduada em Psicoterapia Centrada na Pessoa no ISPA e doutorada em Saúde Mental pela Universidade de Kent, Reino Unido. Comecei a acompanhar pessoas em fim de vida em 2001 no Hospital Curry Cabral, com doentes com SIDA e depois juntei-me à AMARA, onde dou formação aos voluntários e profissionais de saúde. O objetivo do meu doutoramento foi a validação duma formação que preparasse os profissionais de saúde emocionalmente a lidar com a morte e o sofrimento dos seus doentes, reduzindo os níveis de burnout e melhorando a qualidade da relação de ajuda. 

Para além de trabalhar em psicoterapia, dou massagens de som com taças tibetanas e estou a formar-me em aromaterapia no IPN.

 
doulasdofimdavida-carla-jesus.jpg

Carla Jesus

Terapeuta de Medicina Chinesa

Iniciei o meu percurso na área das terapias complementares há 16 anos. 

Frequentei o Curso de Massoterapia e Técnica Auxiliar de Fisioterapia em 2003-2004 e desde aí que começou a surgir a vontade de conhecer uma abordagem clínica multifacetada e holística. 

Terminado este curso fui para Moçambique trabalhar como voluntária e estive 14 meses a colaborar com alguns projetos locais e comunitários. 

Quando regressei a Portugal, comecei a fazer inúmeras formações na área até que, após alguma pesquisa, iniciei o Curso de Medicina Tradicional Chinesa no Instituto Português de Naturologia. Fiquei com vontade de conhecer uma medicina milenar e os seus mecanismos de tratamento. 

Durante esses 4 anos de estudo despertava para uma realidade nova. Aprendi que somos constituídos por vários sistemas integrados que quando são equilibrados interna e externamente, com estímulos corretos, promovem bem-estar, saúde e longevidade. Devido a uma curiosidade bem vincada na personalidade, sempre me interessou mais a causa da doença do que os sintomas manifestados. Daí a identificação com as medicinas orientais. Para mim, o mais importante é ver a pessoa como um todo e facilitar as ferramentas específicas e necessárias para que a mesma fomente a sua saúde. 

Participei em inúmeras formações da EBRAMEC (Escola Brasileira de Medicina Chinesa) em Portugal com temas como, por exemplo, acupuntura no tratamento do cancro, acupuntura abdominal, acupuntura aplicada na ortopedia, curso de electroacupuntura, medicina chinesa e a infertilidade, medicina chinesa e o AVC, técnicas de agulhamento e moxabustao... 

Tenho igualmente o I e II níveis de reiki. 

Internacionamente, em 2017 estagiei na EBRAMEC (ambulatório geral) e em 2019 na Zhejiang Chinese Medical University - Hangzhou (em 3 hospitais) e Shandong University of TCM - Jinan (em 2 hospitais), ambos na China. 

Desde 2015 que integro a LInQUE (equipa de cuidados paliativos ao domicílio) e sou coordenadora da valência de Terapias Complementares, composta atualmente por 2 elementos. Trabalho ainda em contexto de consultório privado e ao domicílio. 

Sou formadora voluntária da disciplina de Terapias Complementares desde 2015 nas Universidades Seniores de Massamá/ Monte Abraão e Queluz. 

Nos tempos livres, dedico tempo à leitura, à meditação, ao estudo, a viajar, ao desporto e à minha horta biológica. Gosto da vida. Gosto de aprender. Gosto de estar com o outro. 

 
doulasdofimdavida-carla.jpg

Carla Mourão

Facilitadora de Formação dentro do Caminho Xamânico e do EcoFeminino

Licenciada em Antropologia Cultural pelo Instituto de Ciências Sociais e Humanas, com cursos de formação dentro da área do Património e Identidade, desde muito cedo dedicada à expressão física da energia feminina e à multiculturalidade do ser humano como veículo de expressão. Curiosa por natureza e autodidata desde cedo, comecei há mais de 20 anos a trilhar o mundo holístico, estudando e cruzando-me com mestres nas áreas do Espiritismo, do Wicca, Paganismo, do Reclaiming, e do Sagrado Feminino. 

Para edificar velhos e novos paradigmas, estruturar e consolidar o caminho feito até aqui, abordei o estudo de várias vertentes de cura energética, libertação e equilíbrio físico e emocional como a Meditação, o Reiki Estelar (da qual sou terapeuta e mestre), a Terapia do Coração de Lyz, a Cura Magnificada e as Terapias Quânticas, a Cristaloterapia, o Tantra, O Tarot, e a Dança e Expressão do Movimento (incidindo sobre o Oriental e suas vertentes contemporâneas como o ATS (R), da qual sou professora certificada).

Formada em Xamanismo Europeu por Gilberto de Lascariz, com formações de Xamanismo Celta por Caitlin Mathews, e Xamanismo Tibetano pelos Monges Tibetanos de Nyagre Khangtsen. Desde 2012 a percorrer o caminho xamânico dando formações sobre as práticas ancestrais etnomédicas, mágicas, religiosas (animista, primitiva), e filosóficas (metafísica), ligadas a cura, transe, transmutação, ao contato entre espíritos de outros seres, de animais, e dos mortos.

Facilitadora de Cursos de Formação dentro do Caminho Xamânico e na área do Sagrado EcoFeminino, facilitadora de Círculos de Mulheres, o meu trabalho é apoiado na energia dos Elementos, dos Animais e da Deusa, do Movimento e da Dança e tem como plataforma o Retorno da Deusa que vem ativamente a despertar mulheres e homens ao longo do país desde 2012, até aos dias de hoje.

Sou Artesã da Deusa, Artista, Bailarina, Coreografa e Professora de Dança, Veiculo da Fonte Divina onde a morte e o nascimento é nada mais que um eco perpetuado no tempo pelo vento, caminho a cada respiração sendo tocada e tocando também.

 
doulasdofimdavida-ana-sevinate.jpg

Ana Sevinate

Psicóloga e Psicoterapeuta

Psicóloga Clínica pelo ISPA. 

Pós-graduada em Psicossíntese pelo Psychosynthesis & Education Trust, University of East London

Pós-graduada em Cuidados Paliativos pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa

Investigação e prática clínica nas áreas da perda e do luto.

Prática clínica na área da migração 

Aluna do Curso de Homeopatia na School of Homeopathy. 

Estudo e Supervisão na área da Ecopsicologia As histórias fizeram sempre parte da minha pele. Histórias de bichos, de pessoas, de bruxas, de estrelas. As histórias são uma forma de desenhar e de tecer aquilo que sentimos através de imagens, cheiros, sabores e texturas. A psicologia e a psicoterapia dão-nos permissão para escutar essas histórias e para ajudar a dar-lhes um sentido. Honramos a imaginação e regamos raízes. Nestas histórias existe amor e perda, vida e morte, início e fim. Sempre. A dança e a escrita são os mundos onde me encontro com as minhas próprias histórias e a partir dos quais procuro construir pontes com as histórias que são de todas nós.

Autora do livro: “Ser Terra”